Thor (2011)

Thor é talvez o filme mais diferente da Marvel, mas nem por isso o espectador vai ser pego de surpresa. É mais uma aquela receita de bolo dos filmes dos heróis da editora. O bolo que todo mundo gosta. No final das contas, porém acabou me agradando mais do que o esperado, mas ainda deixa a impressão de um filme feito às pressas para complementar os membros que formarão Os Vingadores posteriormente, mesmo que seja cheio de detalhes e referências aos fãs. Referências que vão deixar os fãs mais atentos espumando pela boca.

Sendo muito detalhista nos cenários e nos figurinos, Thor narra o vaidoso primogênito do deus Odin que assumirá o trono, mas só pensa em guerra, poder e se vangloria do potencial do mjolnir. Essas suas manias de grandezas acabaram sendo o seu calcanhar de Aquiles e resulta em seu banimento de Asgard. Foi mais interessante os roteiristas usarem o pseudônimo Donald Blake como apenas um nome. Thor não precisa se prolongar muito na história, é enxuto o bastante para agradar maiorias e está ao lado de Homem de Ferro como o melhor filme dos membros d’Os Vingadores.

O elenco de peso conta com Chris Hemsworth (Star Trek) impagável na pele do personagem título, observe como é interessante vê-lo adaptando-se aos costumes da terra. Tom Tiddleston (Meia-noite em Paris) interpreta o meio-irmão malígno Loki e carrega a essência do personagem muito bem: o deus covarde e invejoso que é também inseguro e por isso acaba caindo no desgosto de alguns. Mas é isso que é Loki, o que acumula fracassos diante do irmão e nem por isso deixa de ser interessante ver o personagem na tela. Natalie Portman (Cisne Negro) está bem engraçadinha e só, até porque é uma personagem que não exige muito dela.

De resto, é bom frisar a trilha sonora, a direção de arte linda e detalhista junto aos figurinos que deixam Asgard um lugar que todos querem conhecer. Os encantos de Thor são muitos, a maioria, são visuais e é o que acaba impressionando mais na projeção. O filme acaba sendo o mais importante para a existência de Os Vingadores, pois é o filme do deus do trovão que introduz o vilão que os heróis irão infrentar juntos. No fim, os fãs estarão bem satisfeitos. IMDb