Comentando os cartazes da semana #2

Semana com muitos pôsters como de costume, muita porcaria, pouca coisa boa mas nada de uau. Começo com o cartaz que não induz ninguém a ver o filme: Antiviral. Aliás nem sei bem porque selecionei esse cartaz; sobre o filme não sei nada, nem fiquei interessado em saber, obrigado. For Ellen é o cartaz indie da semana. Mesmo sendo uma arte que qualquer hipster com um instagram ao alcance faria, a composição é bem bonita. Além do mais tem Paul Dano, queridos e quem está com saudades ele também apareceu essa semana no cartaz de Ruby Sparks que não está aqui na seleção por ser uma arte vergonhosa demais, mas claro que quero todo mundo indo ver porque é a dupla de Pequena Mis Sunshine quem dirige.

Chega a arder os olhos de feio esse cartaz de Liberal Arts. Eu realmente não iria colocar na seleção, mas explico. Dou 3 motivos: Elizabeth Olsen, Allison Janney e Richard Jenkins. Além de Zac Efron que tem evoluído bastante de uns anos pra cá. O filme é dirigido, escrito e protagonizado pelo Ted de How I Met Your Mother, mesmo assim fico na fila de quem quer ver. Clint Eastwood de volta às telas. Gran Torino não foi seu último como foi dito. Em Trouble With The Curve ele não se dirige, o que me dá um puta alívio, já que o último filme realmente bom do Uncle Eastwood foi Gran Torino mesmo e lá se vão 4 anos. Provavelmente estaremos vendo um filme bem parecido com os dirigidos por Clint, já que quem assume Trouble With The Curve é Robert Lorenz, grande parceiro que produz filmes de Eastwood desde Dívida de Sangue (tem mais do cara aqui), ou seja, o alívio não é tão grande assim. Já tem trailer, aliás. Continuar a ler

Anúncios